Logo Hortas Biológicas

Vantagens de fazer adubação verde na sua horta

Vantagens Adubação Verde
A adubação verde é um método natural de fertilização do solo que traz muitas vantagens para a sua horta.
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

A adubação verde é um método natural de fertilização do solo que passa pela produção de uma cultura que normalmente está destinada a ser incorporada no solo. Este processo também é conhecido como Sideração e é usado tanto na agricultura biológica como na convencional. Neste artigo, vamos focar-nos apenas nas vantagens de fazer adubação verde na nossa horta.

Para fazer a adubação verde, geralmente são escolhidas espécies da família das Leguminosas. Contudo, também pode ser feita uma mistura (Mix) com espécies da família das Gramíneas e das Crucíferas. Cada espécie tem a sua finalidade. Por exemplo: as gramíneas vão ajudar na estruturação do solo e no fornecimento de matéria orgânica. As leguminosas têm um papel fundamental na disponibilização de nutrientes como o Azoto, produzem grande quantidade de biomassa e melhoram a qualidade do solo.

Vantagens da adubação verde na horta

Os adubos verdes são importantes para diminuir as perdas de Nitrogénio no solo devido à lixiviação. Além disso, aumentam a diversidade de culturas no mesmo terreno e melhoram os níveis de matéria orgânica. Depois de sideradas e incorporadas no solo, fornecem nutrientes para a cultura seguinte. A estrutura do solo também é melhorada sobretudo com as espécies de raízes profundas como é o caso da luzerna e do tremoceiro.

Existem ainda mais razões para fazer adubação verde na sua horta. As espécies usadas vão competir por espaço, água e nutrientes. Isso vai dificultar o crescimento das infestantes. Algumas variedades como o centeio, o trigo e o sorgo, produzem aleloquímicos que são libertados através de vários mecanismos e que evitam o crescimento das infestantes durante um determinado período de tempo. Outras variedades como a ervilhaca e o tremoço, restringem a propagação de doenças cujos agentes infeciosos se encontram no solo. Por exemplo, está comprovado que inibem a propagação da sarna da batateira (Streptomyces scabies).  

A adubação verde destaca-se também por permitir um aumento de nutrientes minerais na camada superficial do solo. As raízes de muitas plantas utilizadas como adubo verde conseguem extrair nutrientes das zonas mais profundas do solo. No processo de decomposição depois de serem enterradas, vão restituir esses nutrientes nas camadas mais superficiais ficando assim à disposição das plantas hortícolas.

A adubação verde também é vantajosa porque algumas plantas usadas têm efeito nematodicida como é o caso da mostarda branca e o rábano forrageiro. Outras plantas servem de alimento e abrigo para auxiliares como por exemplo, a ervilhaca, o trevo branco e o centeio.

Mistura de ervilhaca roxa, trevo carmesim, centeio e rabanete

Quando fazer a adubação verde

Quem cultiva em pequenas hortas, sabem bem que todo o espaço é considerado precioso. Por isso, pode ser difícil interiorizar a ideia de ocupar uma parcela do nosso espaço para cultivar algo que não vamos colher para consumir.

Contudo, o solo da nossa horta pode precisar mesmo de um reforço de nutrientes básicos ou de ser melhorado a nível estrutural. Pode dar-se o caso de ter um espaço que esteve bastante tempo sem cultivo, ou que está cheio de infestantes. Nesses casos, a adubação verde vai ajudar muito. Não é necessário fazer tudo ao mesmo tempo. Pode fazer por parcelas e ir cultivando os espaços restantes. Depois faz o inverso.

Como fazer a adubação verde

  • Semear nas épocas indicadas nas embalagens e manter a humidade no solo necessária à germinação das sementes.
  • Deixar crescer as plantas tendo o cuidado de regar quando necessário.
  • No início da floração e antes da formação das sementes deve cortar as plantas e destroça-las em pedaços pequenos. Isso contribuirá para uma decomposição mais fácil.
  • Aguardar um breve período de secagem à superfície e depois incorporar superficialmente, de modo a evitar a falta de oxigénio necessário à decomposição.
  • Também pode optar por deixar as plantas permanecer à superfície do solo como cobertura vegetal.

Veja aqui que plantas usar na adubação verde

Partilhe este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email
Newsletter
Mais Recentes
Categorias

Ervas Aromáticas

LER