Logo Hortas Biológicas

Como usar a Terra de Diatomáceas na horta

Terra de Diatomáceas
Aprenda como pode usar a Terra de Diatomáceas para combater as pragas na sua horta.
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Antes de abordarmos diretamente os modos de usar a Terra de Diatomáceas na horta, é importante considerar algumas precauções básicas.
Embora seja um produto inofensivo para os humanos e animais de estimação, é sensato usar algum equipamento de proteção ao aplicar o produto. Esta precaução é especialmente importante se estiver a fazer aplicação do produto em pó e em zonas menos arejadas. As minúsculas partículas de sílica podem ser inaladas e colar-se nas mucosas do nariz e da boca ou alojar-se nos pulmões. Apesar de não ser tóxico, pode causar irritações. Assim, o uso de uma simples máscara vai impedir esse incómodo.

Se sofre de Asma, deve fazer sempre a aplicação com o produto molhado. Se aplicar o produto em pó durante um dia ventoso, deve afastar as crianças e os animais da zona. Depois da poeira assentar já não existe qualquer perigo. Se a sua zona for predominantemente ventosa, aplique o produto na forma molhada.

Devemos ter também precaução com os olhos. O pó pode causar irritações. Use óculos de proteção. Quanto às mãos não precisa preocupar-se com o uso de luvas. Pode esfregar a Terra de Diatomáceas entre os dedos com segurança pois não é prejudicial para a pele.

Dito isto, vamos então falar das formas mais comuns de usar a Terra de Diatomáceas.

Aplicação em seco da Terra de Diatomáceas

A aplicação em seco é feita usando apenas o pó sem mais nada.
Por exemplo, pode-se criar um anel a cercar as plantas ou árvores. Isso vai impedir que os caracóis, as lesmas e as lagartas subam pelo tronco ou caule das plantas. Mesmo que consigam subir, vão sofrer os efeitos das partículas afiadas e acabam por morrer por desidratação.
Pode também ser espalhada em redor dos formigueiros ou nos caminhos das formigas. Neste tipo de aplicação, o solo deve estar relativamente seco na zona da aplicação.

Terra de Diatomáceas

A aplicação do pó deve ser feita com o auxilio de um aplicador apropriado. (pode ver alguns exemplos na imagem). Se não conseguir arranjar nada parecido, pode sempre recorrer a uma simples bisnaga tipo ketchup.

Para fazer a aplicação nas folhas, o melhor período é depois do orvalho da manhã ou depois de uma chuva leve. Quando a umidade secar, o pó vai ficar agarrado às folhas.
Certifique-se de aplicar o pó também na parte inferior das folhas.

Terra de Diatomáceas-Aplicadores

Aplicação húmida da Terra de Diatomáceas

A aplicação húmida pode ser feita de duas formas. A primeira é como ação preventiva. Envolve fazer uma mistura de Terra de Diatomáceas e água até criar uma calda líquida, mas espessa. Com a ajuda de uma trincha ou pincel grosso, pinta-se uma faixa em volta do tronco da planta. Esta solução é indicada especialmente para as árvores frutíferas. É como se fosse uma primeira linha de defesa.

Terra de Diatomáceas nas folhas

A outra forma, e sem dúvida a mais fácil, passa pela aplicação em spray. Basta diluir muito bem 100g de pó em 10 litros de água (aproximadamente 1 colher de sopa por litro).  Encha um pulverizador e aplique de modo uniforme pelas folhas ou em toda a planta e frutos.

É importante ir agitando a embalagem para garantir que a mistura está bem homogénea.
Pulverize as plantas até estarem molhadas, mas não em excesso. Não deve ficar a pingar. O objetivo é que, depois de secar, fique uma camada fina sobre a planta, folhas e frutos. Uma camada espessa vai dificultar a absorção da luz solar pela planta e inibir o seu crescimento. As aplicações podem ser feitas em qualquer fase de desenvolvimento da planta.

O efeito da ação inseticida são duradouros, não perdem o efeito ao longo do tempo. Se aplicar também nos frutos, não precisa preocupar-se com o intervalo de segurança para consumir. Basta lavar com água e pode consumir.

Uma nota final de precaução. O produto pode variar ligeiramente de uma marca para a outra. Por isso, é importante seguir as instruções da embalagem que descrevem a dosagem e o modo de utilização.

 

 

 

Partilhe este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email
Newsletter
Mais Recentes
Categorias

Ervas Aromáticas

LER