Logo-HB-Header2024

Guia Prático para cultivar louro na horta

Cultivar louro

O louro (Laurus nobilis), também conhecido como loureiro, é uma planta perene originária da região do Mediterrâneo. Desde a antiguidade, o louro tem sido valorizado tanto pela sua utilização culinária quanto pelas suas propriedades terapêuticas. Cultivar louro na horta faz todo o sentido pois não só permite usufruir das suas folhas aromáticas em qualquer ocasião, como também beneficia a saúde e a biodiversidade da horta.

Neste artigo, vamos abordar as características do louro, o solo ideal, a preparação do solo, a época de plantio, os tratos culturais e muitos outros aspetos importantes sobre o cultivo e o uso do louro na sua horta.

Caracteristicas do louro

Para cultivar louro com sucesso, é importante conhecer as suas características. O louro é um arbusto ou árvore pequena que se crescer de modo selvagem, pode alcançar 10 metros de altura ou mais. As folhas do louro verdes escuras, coriáceas e aromáticas e são as partes mais utilizadas da planta. As flores aparecem na primavera e são pequenas de cor amarela. Os frutos são bagas negras que amadurecem no outono.

Cuidado com as imitações

Plantas semelhantes ao louro

Existe por vezes uma confusão entre o louro verdadeiro e outras plantas que são visualmente semelhantes, mas que são tóxicas.

Louro-cerejo: Conhecido como Prunus laurocerasus, esta planta também tem folhas que se assemelham às do louro verdadeiro, mas também são nocivas.

Louro da montanha: Também conhecido como Kalmia latifolia, esta planta possui folhas que lembram as do louro verdadeiro, mas são tóxicas se ingeridas.

Confusão visual: Devido à semelhança visual entre estas plantas e o louro verdadeiro, gerou-se em algumas pessoas a crença equivocada de que o louro (Laurus nobilis) poderia ser tóxico. No entanto, o louro verdadeiro é seguro para consumo e não possui efeitos tóxicos.

Cultivar louro - Kalmia latifolia vs Prunus laurocerasus
Imagem esquerda – Louro da montanha (Kalmia latifolia) / Imagem direita – Louro-cerejo (Prunus laurocerasus)

Solo ideal para cultivar louro

Cultivar louro exige um solo bem drenado, fértil e ligeiramente ácido a neutro, pH 6-7 embora também tolere um pH de 8. O louro é tolerante a diferentes tipos de solos, desde que não sejam demasiado compactos ou encharcados. Solos arenosos ou argilosos bem corrigidos com matéria orgânica são ideais para o cultivo do louro.

Época de plantio ou sementeira por região

Em Portugal continental, é possível cultivar louro em diferentes épocas, dependendo da região.

  • Região Norte: Plantio entre março e abril.
  • Região Centro: Plantio entre março e maio.
  • Região Sul: Plantio entre março e abril.
  • Açores: Plantio entre março e abril.
  • Madeira: Plantio entre fevereiro e março.

Como plantar ou semear louro

Plantio de mudas

Para cultivar louro a partir de mudas, siga os seguintes passos:

  • Opte por mudas saudáveis, com folhas verdes e sem sinais de doenças.
  • Faça covas com profundidade igual ao dobro da raiz das mudas.
  • Colocar a muda na cova, cobrindo com terra até o colo da planta. Firmar o solo ao redor e regar abundantemente.
  • Manter um espaçamento de 1 a 2 metros entre as plantas para permitir o crescimento adequado.

Sementeira

Para cultivar louro a partir de sementes, siga estes passos:

  • As sementes devem ser retiradas dos frutos maduros e semeadas imediatamente, pois perdem a viabilidade rapidamente.
  • Semeie as sementes, a uma profundidade de 1-2cm, num vaso com um substrato leve e bem drenado.
  • Manter o substrato húmido até a germinação que é muito lenta e pode demorar vários meses.
  • Transplante as mudas para o local definitivo quando atingirem cerca de 10 cm de altura.

Tratos culturais

Para cultivar louro na horta, são necessários alguns cuidados básicos:

  • Embora o louro seja uma planta resistente à seca, é essencial regar regularmente, especialmente nos primeiros anos de vida. Para cultivar louro com sucesso, deve-se regar uma vez por semana durante a primavera e o verão, reduzindo a frequência no outono e inverno. Evitar encharcamentos que podem provocar podridão radicular.
  • Realizar podas anuais para manter a forma e estimular o crescimento de novas folhas. A melhor época para podar é no final do inverno. Pode aproveitar os ramos podados para fazer espetadas de carne.
  • Aplicar algum fertilizante na primavera e no outono.
  • Inspecionar regularmente as plantas para identificar pragas (como pulgões e cochonilhas) e doenças (como fungos). Utilizar métodos naturais adequados para o combate ou controle. Veja aqui tratamentos para pragas e doenças.
Cultivar louro  - em flor
Loureiro em flor

Colheita

O louro é uma planta perene, portanto, não há uma época específica para a colheita. Podem ser colhidas durante todo o ano, mas têm mais aroma no verão. As folhas mais novas, possuem sabor e aroma mais intensos.

No caso de loureiros jovens, deve-se evitar a colheita excessiva pois pode enfraquecer a planta.

Como guardar o louro

Depois de colhidas, as folhas de louro podem ser usadas frescas ou secas.

Secar: Seque as folhas de louro em local arejado e protegido do sol direto. Pode secar o ramo inteiro pendurado. As folhas secas podem ser armazenadas em potes herméticos de vidro ou plástico. Mantêm o aroma e as propriedades por um período que pode ir até 1 ano.

Congelar: Congele as folhas de louro frescas em sacos próprios para congelação tipo zip-lock ou cubos de gelo para uso posterior. As folhas congeladas podem ser armazenadas até 6 meses.

Benefícios para a horta

Um dos beneficios de cultivar louro na horta é que as flores do louro atraem polinizadores e insetos predadores de pragas.

Pode ser utilizado como cerca viva, protegendo a horta de ventos fortes e servindo como barreira para algumas pragas.

Também pode ser usado como um repelente natural de pragas comuns na horta.

Spray repelente natural

Ferva algumas folhas de louro em água por cerca de 10 a 15 minutos. Deixe arrefecer a infusão, coe e coloque num borrifador. Pulverize nas plantas, superfícies e áreas onde os insetos são um problema.

Cultivar louro - fruto
Frutos por amadurecer – Crédito imagem António Crespí – UTAD

Se tiver disponível o óleo essencial de louro, pode diluir em água e usar como spray repelente. Misture algumas gotas do óleo num litro de água e borrife nas áreas desejadas.

Conclusão

Cultivar louro na horta é uma excelente escolha para quem deseja uma planta versátil e benéfica, tanto para a culinária quanto para a horta. Com os cuidados adequados, é possível desfrutar destas folhas aromáticas durante todo o ano.

Partilhe este artigo

Categorias

Quiz Hortas Biológicas

20 perguntas para avaliar os seus conhecimentos sobre horticultura biológica

Mais Recentes
Quiz Hortas Biológicas

20 perguntas para avaliar os seus conhecimentos sobre horticultura biológica

Newsletter

Preencha os campos abaixo para se inscrever na nossa newsletter

Em Destaque