Terra de Diatomáceas na horta

Conheça todos os benefícios que a terra de diatomáceas pode trazer para a sua horta.
terra de diatomaceas na horta
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

A terra de diatomáceas é um produto 100% natural com muitos usos conhecidos. Falemos apenas da utilidade da Terra de Diatomáceas na horta.

Como é percetível no nome, a terra de diatomáceas origina-se de diatomáceas que são organismos unicelulares que existem na Terra há milhões de anos principalmente nos oceanos. São alguns dos organismos mais antigos no nosso planeta.
Quando morrem, a sua carapaça que é composta por 95% de sílica vai-se acumulando em depósitos sedimentares que acabam por fossilizar e dar origem a uma rocha muito porosa e absorvente chamada Diatomite que depois de seca e moída torna-se na terra de diatomáceas tal como a conhecemos.

Uso na Horta

A terra de diatomáceas que deve ser usada na horta é a de composição 100% natural (OMRI) e não a que se usa como agente de filtragem ou que tenha adição de produtos químicos.
O uso mais comum da terra de diatomáceas na horta é como poderoso inseticida e vermicida natural.

Ao seu modo de ação é interessante. Não mata os insetos diretamente. É um processo puramente mecânico.
O pó abrasivo contém microscópicas bordas afiadas que são fatais para insetos de corpo mole. Entre os insetos afetados estão os afídeos, tripes, formigas, ácaros, lagartas, caracóis e lesmas.

Quando os insetos entram em contato com essas arestas vivas, o seu revestimento de queratina é danificado de tal modo que vai causar a morte por desidratação ou por danos irreversíveis no sistema digestivo. Não há hipótese de sobrevivência.
Além disso, ao contrário do que acontece com os produtos químicos, os insetos não conseguem criar nenhum tipo de imunidade ou resistência à terra de diatomáceas.

Outro uso possível na horta é como corretor do solo.
É indicada para solos pobres devido a sua rica composição em minerais e micronutrientes. Para além do silício, também é rica em cálcio. Contem também em menores percentagens; óxido de alumínio, óxido de magnésio, óxido de ferro e óxido de potássio. A adição de terra de diatomáceas no solo, vai reduzir a compactação e aumentar a capacidade de retenção de água e de ar.
Além de aumentar a qualidade do solo desta forma, também vai beneficiar as plantas pois ajuda na transferência de nutrientes, melhora o crescimento da raiz e favorece a germinação. Pode ser aplicada diretamente no solo numa dosagem de 600 a 700gr por cada 100m2.

Também é usado frequentemente como agente de conservação de sementes. Atua como protetor contra fungos, bactérias e vírus. Este método é usado mais em grande escala como no caso da conservação de cereais.

Veja aqui como pode usar na sua horta.

Partilhe este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email
Newsletter
Mais Recentes
Categorias