Logo Hortas Biológicas

Aipo

O aipo é uma planta com registo histórico de onde tudo se aproveita. Conheça melhor esta planta.
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

O aipo é uma planta com registo histórico. 
Já os antigos Egípcios, Gregos e Romanos, reconheciam as suas virtudes terapêuticas e também a usavam como planta sagrada.
No séc. XVI, os italianos começaram a consumi-lo como hortaliça.
Nos nossos dias, o aipo (Apium graveolens) também é conhecido como salsa-do-monte, aipo-dos-charcos, aipo-rábano e aipo-silvestre.
É uma planta bienal e pode crescer até um metro de altura.
Muitas vezes pode ser confundido com a salsa pois as suas folhas são muitos semelhantes.
Em Portugal, a variedade mais comum é o Aipo-de-folhas (de talos e folhas verdes)
Do aipo, tudo se aproveita.
As folhas, as sementes e os talos depois de despojados dos fios laterais. 
Toda a planta, desde as sementes às flores, tem um aroma penetrante com notas de noz-moscada, citrinos e salsa. Deixa na boca um travo amargo e picante que perdura.

Conservação

Conservar na gaveta inferior do frigorífico.
Se embrulhar o aipo em papel de alumínio antes de os pôr no frigorífico, vão ficar frescos durante quatro semanas ou mais.
Outra opção é serem colocados de pé num frasco com água e uma pitada de sal e guardados no frigorífico. Este método faz com que se conservem sempre frescos.
Também podem ser embrulhadas com jornal humedecido as zonas dos caules onde foram arrancados. Manter o jornal sempre húmido.

Valor nutritivo

O aipo é rico em água, potássio, sódio, magnésio, cálcio, fósforo, ferro e vitaminas A, B1, B2, B5, C, E.
As sementes são ricas em sílica, necessária para a função do nervo rápido e contínuo e que auxilia a eliminação de resíduos de ácidos do corpo. 
Além disso, tem um baixo teor calórico. Cada 100 gramas possui apenas 21 calorias.

Uso Culinário

Existem diversas receitas onde pode-se acrescentar o aipo. 
Podem ser usados nas almôndegas, em cremes e maioneses, molhos ou sopas, em saladas e nos assados de peixe, em empadinhas e empadões.
Indispensável para perfumar caldos aromáticos de peixe, ensopados e até ao puré de batatas.
O aipo também pode ser utilizado fatiado em rodelas nas saladas cruas, embora desta forma seja contraindicado em caso de diabetes.
As sementes também podem ser moídas para utilização como um tempero e adicionadas a caldos ou cozidos.

Partilhe este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email
Newsletter
Mais Recentes
Categorias

Ervas Aromáticas

LER