Logo Hortas Biológicas

Tagetes / Cravo Túnico

Tagetes
As Tagetes são fundamentais para combater as pragas na sua horta. Conheça todos os benefícios desta planta.
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

As Tagetes, também chamadas de Cravos-de-defunto, são plantas de ciclo anual com folhas verde escuras de forte odor e que produzem flores amarelas, laranjas e vermelhas alaranjadas.
Multiplica-se por sementes em qualquer época do ano. Muitas vezes de forma espontânea.

Crescem muito facilmente em qualquer tipo de solo. Contudo, prefere solos moderadamente férteis, bem drenados e com muita exposição solar.
Tolera bem o frio.

Relativamente às pragas e doenças, as Tagetes são por norma bastantes resistentes.
Na fase jovem da planta pode ser atacada por lesmas e caracóis que comem as folhas por completo.

Benefícios na horta

De folhagem densa e floração abundante no Verão, é uma planta ótima para criar bordaduras na horta.

Tem características inseticidas muito interessantes. Cerca de três meses depois da sua sementeira, as raízes começam a libertar secreções com substâncias nematicidas que vão eliminar muitos dos nematoides do solo responsáveis por causar a redução no desenvolvimento das culturas ou até mesmo a sua morte. Um exemplo disso é o nematoide da raiz do melão.

Os tagetes são também uma preciosa ajuda no combate à larva da mosca-da-couve.
Devem ser plantadas em consociação com as culturas da horta como por exemplo o tomate.
São um bom repelente contra formigas, mosca branca e vários insetos prejudiciais que são afastados pelo forte odor que as tagetes exalam. Também são eficientes no controle de pulgões e ácaros.

Como fazer extrato de Tagetes

O extrato de tagetes pode ser feito de duas formas:

1) Corta-se 1 kg de folhas e talos e deixa-se em infusão por duas horas em 10 litros de água ou leva-se ao lume e deixa-se ferver durante 30 minutos. Após um desses procedimentos, côa-se a solução para pulverizá-la na parte aérea das plantas.

2) Deixar macerar 100g de folhas e talos verdes em 0,5L de álcool durante 12 horas. Depois desse período, deve coar e diluir com água o extrato obtido até completar o volume de 10 litros e aplicar do mesmo modo do primeiro método.

Comestível

Sim. Como corante.

Uso medicinal

Sim

tagetes flor

Partilhe este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email
Newsletter
Mais Recentes
Categorias

Ervas Aromáticas

LER